PUBLICAÇÕES

Notícias e artigos mais recentes

Nossa Equipe

Passe o mouse por sobre as fotos para conheçer um pouco mais sobre o integrante da nossa equipe de trabalho.
ANTÔNIO CLÁUDIO VITURIANO
ANTÔNIO CLÁUDIO VITURIANO
Presidente
Antonio Cláudio Vituriano, nascido em S. B. do Campo em 22/07/1964, foi acometido pela poliomielite quando tinha 1 ano e dois meses. Portanto, desde pequeno conviveu com as sequelas das doença, que lhe afetaram principalmente a perna direita. Atualmente é funcionário da Assembleia Legislativa do Estado de S. Paulo, onde entrou por concurso público no ano 2000. Tem formação em Ciências Sociais e Direito e 3 filhos, João Vítor, Ana Beatriz e André Luiz. É casado com Alessandra C. P. Vituriano.
SANDRA RAMALHOSO
SANDRA RAMALHOSO
1ª Vice-Presidente
Nasceu em São Paulo , capital, em 15/11/1963. Teve pólio com 4 meses de idade, onde foram atingidos todos os membros, inferiores e superiores. Formada em técnica de música, especializou-se em piano erudito. Auto ditada em matemática atualmente trabalha com reforço escolar, leciona teclado popular e piano erudito. Tem 2 filhos, Victor 28 anos e Eduardo de 16.
CÉLIA REGINA CORRÊA
CÉLIA REGINA CORRÊA
2ª Vice-Presidente
Nascida em São Paulo capital, acometida pela poliomielite vacinal com 01 e 4 meses. aos 15 anos passou por uma cirurgia na coluna devido uma escoliose, passou um ano engessada e isso a levou para a cadeiras de rodas. Formou-se em Sociologia e Jornalismo. Concursada por 18 anos da Cia do Metrô de SP. Foi consultora de Comunicação Social numa indústria química alemã. Hoje é aposentada, viúva e mãe de 03 filhos, Bruno, Camila, Talita, vai ganhar seu primeiro neto em junho.
MARIA IZABEL VERDURA
MARIA IZABEL VERDURA
1ª Secretária
Nascida em Presidente Prudente, Foi acometida pela poliomielite aos 10 meses de idade, com sequelas na perna esquerda, Tem formação acadêmica em Comunicação Social, Pedagogia e Letras. Foi funcionária pública da Secretaria de Educação por 18 anos, bancária e executiva de uma multinacional. É aposentada, tem um casal de filhos, a Tatiane e o Gabriel e uma neta, a doce Isadora.
ARLETE TRINDADE DO N. PEREIRA
ARLETE TRINDADE DO N. PEREIRA
2ª Secretária
Natural de Tiradentes – MG, nasceu 09/05/1968. Não sabe com exatidão quando foi acometida pela poliomielite. Andou a primeira vez aos 4 anos de idade. Quase não aparenta sequelas da pólio, foi criada por religiosas e depois por família adotiva, é apaixonada por arte, teatro e poesia. Formada em Letrs pela FUNREI, lecionou por vários anos até perder uma corda vocal. É casada com José Luiz há 20 anos, mora em São Paulo capital, mãe de Luiz Felipe. Sua grande alegria é o voluntariado.
IZABEL MARIA CIRELLA
IZABEL MARIA CIRELLA
1ª Tesoureira
Teve a pólio com 01 ano e 05 meses, exatamente no dia 08 de maio de 1960. Ficou internada no Hosp. das Clínicas, no pulmão de aço por 08 dias e após alta hospitalar voltou pra casa sem andar, sem falar e usando fraldas. Fez uma cirurgia no membro inferior esquerdo aos 06 anos de idade. Após cirurgia colocou 02 aparelhos ortop. com cinto pélvico e com ajuda de muletas começou a andar. Formou-se em psicologia e fez concurso público, aprovada, trabalhou no antigo INAMPS. Aposentada, divorciada, tem uma filha linda de viver, a Giovana, atualmente com 20 anos.
MARIA DOS SANTOS PATRÍCIO TENÓRIO
MARIA DOS SANTOS PATRÍCIO TENÓRIO
2ª Tesoureira
Nascida em 25/08/52, teve a pólio com 9 meses de idade. Começou a andar aos 03 anos com ajuda de aparelhos ortopédicos nas duas pernas. Fez 5 cirurgias dos 7 aos 14 anos. Estudou Decoração no Liceu de Artes São Paulo, tem uma microempresas familiar onde administra. Aposentada há 08 meses devido a SPP tem 2 filhos, Débora e Sérgio, é casada a 35 anos.

UM GRANDE MARCO

Saiba um pouco mais sobre a Associação G-14
POSPOLIO.ORG.BR

Um grande marco na existência da Abraspp foi o reconhecimento da existência da Síndrome Pós-Poliomielite pela OMS (Organização Mundial de Saúde). O Setor de Investigação de Doenças Neuromusculares da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), juntamente como o Centro de Prevenção e Controle de Doenças da COVISA/SMS-SP (CPCD/SP), solicitou a inclusão da SPP no Código Internacional de Doenças, revisão 2010 (CID 10), após realizar toda a pesquisa e apresentar a documentação técnica da doença. O principal argumento apresentado foi o fato da síndrome não ser umasequela da poliomielite, mas uma nova doença que necessita de terapias específicas, diferentes daquelas empregadas para os pacientes com sequelas de poliomielite. A solicitação de inclusão foi aceita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e incluída a partir de 2010, entre os tópicos das doenças do neurônio motor com a codificação G 14.

  • CONSEGUEM ACOMPANHAMENTO MÉDICO

    Pacientes com suspeita de SPP e que conseguem acompanhamento médico

  • PACIENTES COM SÍNDROME PÓS PÓLIO

    Pacientes acometidos de poliomielite que estão desenvolvendo a Síndrome Pós Pólio.

  • LICENÇA PARA TRATAMENTO DE SAÚDE

    Dos que exercem atividade laborativa registrada, estão em licença saúde.

  • APOSENTADORIA ESPECIAL

    Por tratar-se de nova doença, degenerativa e incapacitante, pacientes diagnosticados com a síndrome pós pólio reivindicam aposentadoria especial.

Testemunhos

Alguns testemunhos de pessoas que tiveram poliomielite e que foram diagnosticados ou não, com a síndrome pós pólio.

Fale Com a Gente